segunda-feira, 16 de abril de 2018

Orgulhosa do resultado

Projeto Residencial - Lagoa dos Ingleses - Nova Lima

Finalizei mais um projeto e estou muito feliz e satisfeita com o resultado. Os proprietários amaram o projeto que possui 400 metros quadrados de área bruta e conta com área de lazer integrada com os ambientes de estar, terraços descobertos, pé direito duplo e uma arquitetura contemporânea rica em detalhes. Tirei proveito da iluminação natural e do belo entorno presente no local onde a natureza é o plano de fundo. 
















Projeto novo - Lagoa dos Ingleses

Projeto residencial com muita personalidade

Em 400 metros quadrados esse projeto possui o conceito aberto que une os ambientes sociais e de lazer, além disso a integração do segundo pavimento é total com o restante da edificação que possui volumetria robusta, pé direito duplo, iluminação e ventilação naturais em todos os ambientes além de ousadia e personalidade. 










segunda-feira, 20 de novembro de 2017

OLHAR DE ARQUITETA

Ser arquiteta me proporciona grandes realizações. 

Ver meus projetos se tornando reais ao sairem do papel e se transformando em sonhos concretizados é algo inexplicável e de tamanha satisfação pessoal e profissional.

Ser escritora também tem me proporcionado um prazer incrível...
Meu "OLHAR DE ARQUITETA" une a minha paixão pela 
arquitetura com esse dom que DEUS me deu e que hoje 
compartilho de forma especial com vocês.



Gratidão e Orgulho ao ver meu texto publicado 
no Jornal Informativo da Construtora Conartes !!

IMPONÊNCIA E PERSONALIDADE

PROJETO RESIDÊNCIA 390 m² 

Residencial dos Rios - Costa Laguna

Alphaville Lagoa dos Ingleses










REPAGINADA...

Moderna, atual e repaginada...

Residência Península dos Pássaros - Alphaville Lagoa dos Ingleses




PROJETO RESIDÊNCIA LAGOA DOS INGLESES

Residencial dos Rios - Costa Laguna
Área = 325 m²




















quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Projeto Residencial em Estrutura Metálica

Ser arquiteta me proporciona muita alegria e satisfação... Acredito que amar o que se faz é o primeiro passo para a realização profissional. Hoje me sinto realizada, estou encerrando 2015 com a sensação de dever cumprido e à espera de muitos sonhos que serão concretizados em breve ! 

O projeto dessa publicação é, após 18 anos, a minha PRIMEIRA CONCEPÇÃO RESIDENCIAL EM ESTRUTURA METÁLICA. Uma paixão desde os tempos em que cursava arquitetura e tomei conhecimento pelo sistema construtivo versátil, eficiente, ágil e de grandes possibilidades. Posso dizer que hoje, o sonho que se realiza é o meu... 


Uma casa com estrutura aparente, vãos abertos integrados e o aconchego para abrigar uma família que valoriza o convívio social, a praticidade no dia a dia e o contato com a natureza.


Trabalhei a estrutura aparente x alvenaria x painéis de esquadrias com vidro e revestimento em pedra. 
Tudo em equilíbrio, sem exageros.




Utilizei brises verticais para proporcionar privacidade e controlar a incidência de luz mesmo sendo essa fachada voltada para o sul pois tais elementos proporcionam bons resultados também no aspecto estético da arquitetura. 


Na varanda dos fundos, propus uma cobertura em pergolado metálico com vidro laminado opaco que cobre inclusive a sauna localizada no bloco de alvenaria que avança. 


quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Esse tal conforto ambiental

Semana passada um cliente me perguntou o que era esse tal conforto ambiental que eu tanto falava. Então fui explicá-lo e depois de escutar as minhas considerações, ele mesmo concluiu a sua fundamental importância em qualquer projeto de arquitetura. 
Minha intenção é orientar de forma clara com uma linguagem informal o que muitos desconhecem na hora de buscarem a realização de um sonho de construir a casa onde vai viver com a família, receber os amigos e passar boa parte da vida...

Então vamos lá !!

Projetar em locais com recursos naturais em abundância como é o caso dos condomínios afastados dos centros urbanos tem muitas vantagens que devem ser aproveitadas ao máximo. Insolação, ventilação natural, entornos envolvidos por matas, lagoas, cachoeiras, uma natureza sendo invadida por construções. 

Isso é, para nós, arquitetos, um prato cheio e tirar partido disso só engrandece o projeto. 


INSOLAÇÃO


O sol é a fonte inesgotável de calor e o grande responsável pelo conforto ou "desconforto" ambiental. Saber a posição exata do Norte quando vai adquirir um terreno é importante para não ter surpresas no desenvolvimento do projeto. Muitas pessoas sonham em construir uma casa com uma bela piscina na parte posterior do terreno sem imaginar que aquele local não é o mais adequado para a colocação da mesma por uma simples razão: não receberá sol. 

Projetar uma casa bem iluminada, sem a necessidade de acender luz durante o dia é, além de muito agradável, um respeito ao meio ambiente. O ideal é que as janelas dos quartos estejam, sempre que possível, voltadas para o leste (nascente) para receberam o sol da manhã. As fachadas projetadas com vidros se forem voltadas para o Norte, devem ser protegidas com varandas ou balanços que diminuam a incidência do calor gerado durante todo o dia. Fachadas voltadas para o Sul são ideais para a localização de garagens pois não recebem insolação no decorrer do ano.  Já as placas de aquecimento solar que ficam na cobertura devem estar voltadas e inclinadas para aproveitarem ao máximo a orientação solar. Projetos de casas com telhados coloniais já devem ser pensados desde o estudo preliminar para que as placas não comprometam o visual. O sol evita umidade que pode acarretar o aparecimento de mofo em armários, paredes e causar prejuízos à saúde. Por isso, aproveitar o que ele tem pra nos oferecer é, sem dúvida, fundamental na realização de um projeto. 


Ventilação

Assim como o sol, a ventilação natural contribui muito para o conforto ambiental. Projetar portas e janelas que permitam uma boa troca de ar faz com que a edificação tenha o seu interior sempre renovado pelo simples fato de abrí-las. Todos os cômodos devem ser ventilados, mesmo aqueles que, pelo código de obras do local não tenham essa exigência. Digo isso em função dos diversos benefícios que a ventilação natural traz. 

 

Outro aspecto importante para o conforto ambiental é o pé direito da edificação. Pé direito é a altura do piso ao teto dentro do ambiente. Quando o PD é muito alto num determinado cômodo a tendência é que esse ambiente torne-se mais fresco que os demais com PD mais baixo. Isso porque a concentração do ar quente na parte superior é muito maior em função da diferença de peso. Ar quente sobe e ar frio desce... 
Então, se deseja ter uma casa mais quentinha, leve em consideração essa dica. Dormitórios de edificações em locais quentes e úmidos devem ter forros mais altos, ao contrário daqueles em regiões frias, onde o ideal é projetar forros retos e baixos. 

São muitas as dicas sobre esse assunto, em breve, trarei outras. O importante é saber que onde quer que você vá construir, lembre-se disso e sempre que for possível, aproveite daquilo que o maior arquiteto já projetou.